CRIAÇÃO OU EXPLOSÃO?

Muito resumidamente vou tentar mostrar neste trabalho as ideias dos pseudos-cientistas que tentam fazer com que a humanidade creia que tudo veio a existir a partir de uma explosão nuclear, iniciando com seres unicelulares (ameba) que “evoluíram” por vários períodos e estágios, passando pelo PEIXE, RÉPTIL, e alguns evoluíram para PÁSSAROS, outros para MAMÍFEROS, chegando ao MACACO e ao HOMEM; outros, para outros seres  vertebrados, invertebrados, insetos, anfíbios, etc, etc, etc…(Teoria do BIG BANG + a Teoria da EVOLUÇÃO) = George Lemetres + Charles Darwin.

O que é pior: esta SEITA RELIGIOSA (Darwinismo), que é baseada em extrema fé, é ensinada nas escolas, como ciência, em todos os níveis, por imposição de governos inescrupulosos e corruptos, ao mesmo tempo em que é proibido o ensino da CRIAÇÃO por Deus. Assim, vamos tendo uma instrução animalesca.

Darwincaco

SERÁ MESMO QUE PASSAMOS POR ISSO?

É o que vamos ver no decorrer deste trabalho.

      Vamos mostrar ao mais ferrenho fanático religioso Darwinista que essa tal evolução não seria possível, nem para justificar a sua condição de seguidor e muito menos como historinha infantil, uma vez que prejudica a formação das crianças, levando-as a ter um comportamento animalesco, inclusive na fase adulta.

Vejamos como eles divulgam as suas idéias, mas como é próprio deles, não mostram nenhuma prova e nem sequer uma evidência. Crêm somente pela fé.

Hoje está se tornando muito fácil ser um “CIENTISTA” nessa área (evolucionista com título de cientista). Não precisa nem ser alfabetizado. Precisa apenas ter uma certa inteligência, ter recursos para adquirir um bom computador e um programa para fazer alguns vídeos sobre dinossauros, explosões, visões do universo, etc e referir-se há alguns milhões ou bilhões de anos, para que ninguém possa comprovar coisa alguma e acreditem somente pela fé.

Ora, para ser considerada ciência tem que ser provada e testada por qualquer cientista, mas o que está acontecendo atualmente é o contrário, eles querem que a religião prove as questões de fé e a “ciência” creia apenas pela fé, sem a necessidade de provar coisa alguma. impressionante!!!!!!!!!!!!!!…

CLIQUE PARA ASSISTIR O VÍDEO

BIG BANG – (Grande explosão)

      Perceberam que não mostram nenhuma prova ou evidência de absolutamente nada, as coisas vão acontecendo e aparecendo como que por milagre (a água, os biomas e tudo o mais). Não esquecendo de que milagres são somente de Deus.

Eles acham que uma grande explosão é capaz de organizar alguma coisa, como a terra, por exemplo: com as suas maravilhas, totalmente diferente dos demais planetas e astros que conhecemos; a sua distância correta do sol, com seus movimentos de rotação e translação adequados, com os seres vivos em plena harmonia. Se foi obra desse BIG BANG, nós temos que nos curvar diante de tanta sabedoria e talvez até adorá-lo (como eles fazem).

Obs: não se tem notícia de que explosão organize coisa alguma. Pelo contrário, desorganiza e promove o caos.

Muitas pessoas como: evolucionistas, professores, e até apresentadores de televisão, só falam em milhões ou bilhões de anos, sem nunca terem estudado o assunto, repetem  o que ouviram; ou o que lhes é mandado falar; são verdadeiros “PAPAGAIOS”.

Lembram-se do avião que sumiu com 239 pessoas a bordo, no pequeno trajeto da Malásia à China, e que até hoje não se tem a mínima ideia de onde está esse avião? Isso não ocorreu no espaço sideral e nem há milhões ou bilhões de anos. Foi aqui na terra mesmo e em 2014 e com toda a nossa tecnologia (radares, transponders, rádios, etc). Se não sabem o que se passa aqui na terra, hoje, como poderiam saber o que se passou, hipoteticamente, há bilhões de anos, quando o universo ainda nem existia? Somente pela fé nessa nefasta seita religiosa.

Até pouquíssimo tempo atrás o ser humano não sabia que a TERRA era suspensa no ar, mas a BÍBLIA já registrava essa condição há 3.528 anos, aproximadamente. Como poderia saber disso se não fosse inspirado pelo BIG GOD (Grande Deus) Criador? (Jó 26.7)

TERRA SUSPENSA

Terra suspensa no ar (terra redonda)

Suspended land with air balloon in the sky

Terra suspensa no ar (terra plana)

 

 

 

O BIG BANG (Grande Explosão) também nos deu a água, árvores,

animais, pássaros, flores e tudo que existe em nosso planeta.

01

Água e árvores

animais-selvagens

Animais

Pássaros

Pássaros

Parque-Keukenhof-em-Amsterdã

Flores – Parque Keukenhof – Amsterdã, Holanda

Segundo eles mesmos, a LUA é um deserto e, pelo jeito, o tal BIG BANG quis nos

beneficiar, porque somos a primícia da sua criação – (Tiago 1.18).

lua

Lua

Se estas imagens forem realmente da lua, onde estão as cachoeiras, florestas, animais, e outras maravilhas que o BIG BANG criou e organizou para todo o universo? Se tivessem lido o livro mais antigo do mundo, a Palavra de Deus, eles (os adeptos da seita) saberiam.

 

Aguardem o meu outro trabalho:  O HOMEM NA LUA???

 

 

O homem na lua

O homem na lua?

Vejamos alguns ERROS evolucionistas:

Todas as supostas provas e evidências que foram mostradas até hoje, já foram desmascaradas pela ciência, como terríveis fraudes, que foram forjadas a fim de angariarem prestígio e dinheiro. A que vamos ver agora trata-se de um peixe chamado CELACANTO que, segundo os falsos cientistas, não mais existia, por terem se transformado todos em répteis (dinossauros) e o que havia restado era apenas um fóssil de 360 milhões de anos (360.000.000).

 

 

CELACANTO SE TRANSFORMANDO EM RÉPTIL

Peixe Celacanto se transformando em réptil (segundo os adeptos da Seita)

A t e n ç ã o!

o desenho da esquerda, que mostra o celacanto se transformando em réptil, foi retirado de um livro escolar, pois é isso que eles ensinam nas escolas, como se fosse ciência.

Mesmo tendo sido comprovado o erro, como vamos ver mais adiante, isso continua no livros

escolares, e é isso que eles ensinam aos nosso filhos e netos. Este trabalho é para ajudar a combater os ensinamentos dessa SEITA RELIGIOSA (Darwinista ou Darwiniana).

 

 

 

 

FOSSIL CELACANTO

Fóssil do peixe Celacanto que diziam ser de 360 milhões de anos

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 1938, um barco pesqueiro NERINE, capturou um peixe em suas redes que para eles não era muito comum, tendo em vista que esses peixes são de águas profundas.

BARCO NERINE - 1938

Barco Pesqueiro Nerine – 1938

CELACANTO EM AQUARIO

Celacanto em aquário

Celacanto filmado por Erdmann em 1997, num mercado Indonésio

Um belo espécime de Celacanto, fotografado em um mercado Indonésio

NADANDO COM UM CELACANTO

aqui, a pessoa que está nadando ao lado de um Celacanto e o próprio Celacanto, não parecem ter 360 milhões de anos.

 

Descobriu-se que esse peixe vive em águas profundas na costa da África do sul e da Indonésia.

Portanto os evolucionistas cometeram dois errinhos: um errinho de 359.990.000 (trezentos e cinquenta e nove milhões novecentos e noventa mil anos e outro errinho de transformação em coisa nenhuma. Obs : essa coisa continua nos livros escolares. (Pag 74 do meu livro)

Vamos ver um vídeo sobre o peixe Celacanto

 

Os evolucionistas dizem também que a girafa esticou o pescoço para comer as folhas das acácias que eram altas (é a ideia de que se quiser ou precisar o animal evolui, adquirindo as características de que precisa). Essa ideia é de Lamarck (uma pessoa com título de cientista).

De acordo com a ideia de Lamarck, filhos de halterofilistas nasceriam musculosos.

GIRAFA

Girafas pastando. De acordo com Lamarck, o filho de um halterofilista  nasceria musculoso.

Girafa bebendo água

Girafa bebendo água. Nessa situação ela desmaiaria ou teria um derrame não fosse um sofisticado sistema de válvulas do coração.

 

Caros leitores, para que esse pescoço seja alongado, é necessário ter um coração cinco vezes maior que o do homem, para bombear o sangue até à cabeça, um  sofisticado sistema de válvulas para conter o sangue quando ela abaixa a cabeça para beber água; caso não fosse assim, ela desmaiaria ou teria um derrame. A caixa torácica é enormemente desenvolvida, para suportar o peso do pescoço. Portanto, não se trata apenas de esticar o pescoço. A coisa é muito mais complexa do que se imagina, porque um coração não se forma ao longo de milhões de anos e nem um sistema de válvulas; ou eles existem ou não existem. Quem poderia viver sem coração por milhões de anos. O coração já tem que estar completamente formado quando do nascimento do animal. Ele não pode se formar depois e, muito menos, ao longo de milhões de anos. Se admitirmos que se formou em milhões de anos a girafa certamente morreria de fome. (Pag 73 do meu livro)

Observem que as girafas estão comendo as folhas de acácias bem abaixo de suas cabeças.

E os outros animais que também precisam comer essas tais folhas? por que não esticaram  o pescoço também??? são mais bobos que as girafas???

Derrubando de vez a ideia do evolucionista Lamarck

No norte da Tailândia existe um povo em que as mulheres têm o costume milenar (muito antes de Lamarck nascer), por tradição, e porque acham bonito, alongar seus pescoços por intermédio de argolas, que vão sendo colocadas, desde criança; e quanto mais alongado o pescoço, mais “status”, mais prestigio e mais admirada é a mulher.

Mulheres girafa

Mulheres Girafa

Mulheres girafas

Mulheres Girafa

 

Os pescoços dessas mulheres chegam a um ponto que não podem mais ficar sem essas argolas, quebrando-se devido ao peso da cabeça e a fragilidade do pescoço que se inclina para os lados.

Pela ideia de Lamarck as filhas e filhos também, deveriam nascer com pescoços alongados mas, logicamente, isso não ocorre porque contraria todos os princípios da ciência genética.

 

Mulher do congo botocuda

Mulher usando um disco labial

Mulher botocuda

Mulher usando disco labial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COSTUMES DAS MULHERES DO CONGO
As transformações operadas no corpo são manifestações culturais e refletem aquilo de mais original e peculiar de cada sociedade. São notáveis as transformações corporais a que se submetem as africanas do Congo, por exemplo.
Através de incrustações de objetos na cartilagem do nariz, no lóbulo da orelha e nos lábios, principalmente, elas distorcem radicalmente o formato original de suas feições criando furos gigantescos, esticamentos descomedidos.

Observem que o filho que está nas costas da mãe tem os lábios normais, como a genética dispõe.

De acordo com a ideia de LAMARCK e de DARWIN, os filhos dessas mulheres ou desses homens nascerão com os lábios furados e extremamente alargados. Não precisa ser cientista para saber que isso não ocorrerá, pois isso não está na genética dessas pessoas.

FISICULTURISTAS E HALTEROFILISTAS

fisi6-small

O que dizer de um fisiculturista ou halterofilista que modela o corpo conforme vemos na foto ao lado. Será que os filhos deles já nascerão musculosos iguais aos pais? É evidente que não; não precisa nem ser alfabetizado para saber que isso não acontecerá. Então como uma pessoa que se diz cientista (Lamarck e outros) falam uma coisa dessas e o que é pior, vira matéria escolar??????

 

 

 

 

 

 

MARIPOSAS BISTON

Encontradas em Manchester, na Inglaterra. Bernard Kettlewell observou que as mariposas, que eram de cor clara, estavam “evoluindo” e ficando de cor escura.

Ora, haviam mariposas das duas cores, porém, as de cor clara era a maioria, devido à camuflagem natural que ela possuía, uma vez que as árvores em que elas pousavam eram também esbranquiçadas (liquens), por isso não eram notadas facilmente pelos predadores, mas com a revolução industrial e consequentemente a poluição a partir de 1850, os troncos das árvores ficaram  escuros, invertendo-se a situação: agora quem tinha a camuflagem eram as mariposas de cor escura; portanto as de cor clara foram facilmente predadas e logo a quantidade das de cor escura se tornou maior. Em 1950, com o controle ambiental, a poluição diminuiu e os troncos das árvores voltaram a ficar esbranquiçados, voltando a vantagem novamente às mariposas de cor clara.

Obs: mesmo que só houvesse mariposas de cor clara e elas ficassem escuras, isso não significaria nada em matéria de evolução, pois elas continuariam sendo mariposas segundo a sua espécie (isso chama-se variação das espécies).(Pag 70 do meu livro)

VEJAMOS ALGUMAS FRAUDES EVOLUCIONISTAS

O HOMEM DE NEBRASCA  (Hesperopithecus)

1917 – o homem de nebraska (foi achado apenas um dente; isso mesmo, um dente)

Novamente entram em cena os designers de efeitos especiais.

Agora a verdade: De um dente, montaram a mandíbula. Da mandíbula, montaram o crânio. Do crânio, montaram o esqueleto. Pelo esqueleto fizeram a pele, cabelo e até a sua namorada ou esposa (agachada no desenho abaixo). Fizeram a famosa exposição sobre a evolução em Dayton, Tennessee, chamada de Scopes Trial, quando o Homem de Nebraska foi apresentado como prova incontestável da evolução.

Em 1927 (dez anos após) a ciência descobriu a fraude: O dente era de um porco denominado Peccary, mas a mídia não deu nenhum destaque  sobre a fraude. (Pag 67 do meu livro)

Obs: essas farsa continua sendo ensinada nas escolas.

 

Homem de Nebraska

O Homem de Nebraska e sua namorada

 

 

Dente

O tal dente que foi achado, visto de vários ângulos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LUCY – “3 milhões de anos”

Lucy

Lucy (Australopithecos Afarensis)

Vejam como eles montam as coisas; por isso é que eu disse, logo no início, que hoje em dia é muito fácil ser um “CIENTISTA”, ou melhor dizendo; um EVOLUCIONISTA, porque não precisa apresentar provas, é só fazer um vídeo ou um corpo de massa como o da Lucy e estão garantidos a fama, o sucesso e o dinheiro. (Os designers de efeitos especiais são usados em larga escala pelos evolucionistas). Acham um pequeno osso e transformam nisso aí.

A fraude nessa reconstituição imaginária está nos pés e mãos do macaco, representado como pés e mãos humanos; bem como sua posição ereta, além dos 3 milhões de anos. Nenhum animal na natureza possui pés, e nenhum macaco foi considerado ereto. Só o homem é bípede. Lucy já foi desmistificada pela ciência como sendo da espécie pitecus; possui pés de macaco, e sendo arbórea, andava encurvada como todo bom macaco. A montagem é para enganar os desavisados. Esta foto ainda é encontrada nos livros escolares, mas não passa de + uma fraude. (Pag 68 do meu livro)

“ARCHEORAPTOR”

ARCHEORAPTOR

“Fóssil de Archeoraptor”

ARCHEORAPTOR 2

“Fóssil de Archeoraptor”

 

 

 

 

 

 

Vejam estes fósseis de “Archeoraptor”, vindos da China (o maior celeiro de fraudes), adulterado para sugerir que houve “evolução” de dinossauro para pássaro.

A seguir, vamos ver como ficou esse bicho, todo estilizado, manipulado, empalhado, maquiado, por artistas do ramo (designers em efeitos especiais).

Os evolucionistas são bons na arte de enganar. (Pag 68 do meu livro)

PÁSSARO DINOSSAURO –  (Archeoraptor) Vejam o que os evolucionistas fazem para levar adiante as suas idéias estapafúrdias. Transformam aquelas marcas na pedra nesta coisa, (este seria um pássaro “evoluído” de um dinossauro). É muita imaginação!!! Uma coisa não podemos negar, os designers trabalham muito bem.

Pássaro dinossauro

“Pássaro dinossauro” idealizado pelos designers

CIENTISTAS DESVENDAM FRAUDE DO DINOSSAURO-PÁSSARO

CLAUDIO ANGELO

da Folha de S.Paulo

Uma das maiores fraudes da história da ciência chegou ao seu capítulo final. A revista britânica “Nature” publicou a análise de tomografia computadorizada do Archaeoraptor, o fóssil forjado que enganou paleontólogos do mundo todo e expôs ao ridículo outra revista importante, a americana “National Geographic“.

O estudo do paleontólogo Tim Rowe, da Universidade do Texas em Austin (EUA), publicado semana passada pela revista, mostra que o fóssil é o mosaico de pedaços de uma ave e quatro dinossauros diferentes.

O Archaeoraptor foi assunto de capa da “National Geographic” em novembro de 99. O caso era sensacional: um fóssil de dinossauro descoberto na China apresentava uma “combinação dramática” de características de pássaro e de dromeossauro, um dino carnívoro. Era, definitivamente, o elo perdido entre aves e répteis. Em outubro do ano passado, no entanto, a revista foi forçada a admitir que havia comprado gato por lebre. Descobriu-se que a tal “combinação dramática” não fora moldada pela evolução, e sim por contrabandistas de fósseis chineses. Para elevar o valor de mercado da peça, eles juntaram metade do corpo de um pássaro fóssil com a cauda e as patas traseiras de um dromeossauro.

O fóssil foi retirado ilegalmente da China e vendido nos EUA ao artista plástico Stephen Czerkas, por US$ 80 mil. Czerkas chamou dois paleontólogos, o canadense Philip Currie e o chinês Xu Xing, para descrever o animal.

A idéia dele era coincidir a descrição científica do bicho com uma matéria sobre o animal na “National Geographic“. A fim de publicar a descrição na “Nature” ou na sua rival, a “Science”, Czerkas contratou Tim Rowe para fazer uma análise de tomografia computadorizada no fóssil. “Levou só algumas horas para perceber que o espécime estava quebrado em muitos pedaços e que nem todos haviam sido rearranjados corretamente”, disse Rowe à Folha.

Mas Czerkas resolveu levar a publicação na “National Geographicà frente, mesmo depois de o trabalho ter sido rejeitado pelas duas revistas científicas. E ameaçou Rowe de processo caso publicasse os dados da tomografia.

A tramóia só veio abaixo um mês depois, quando Xing Xu encontrou, na China, um fóssil de dromeossauro cuja cauda era, sem dúvida, a do Archaeoraptor, e a “National Geographic” foi obrigada a desmentir a capa.

Só agora, depois de resolvidas as questões legais o tal processo aconteceu, de fato , o trabalho de Rowe (concluído desde outubro de 99) aparece na “Nature“. A análise mostra que a laje contendo o Archaeoraptor foi montada a partir de 88 cacos de pedra. Parte deles contém meio fóssil de um pássaro ainda desconhecido para a ciência, que está sendo estudado por Xu. Outra parte tem restos de dromeossauros que não podem ser atribuídos a um só espécime.

Para o paleontólogo, a fraude do Archaeoraptor mostra como o comércio de fósseis atrapalha a ciência. “Qualquer espécime que tenha uma etiqueta de preço é uma fraude em potencial“, disse. “Felizmente, um conjunto cada vez maior de técnicas pode ser aplicado agora à análise de fósseis”, afirma no estudo.

No Brasil, onde o comércio de fósseis é ilegal (assim como na China), as fraudes têm uma origem certa: a chapada do Araripe, no Ceará, uma das maiores minas de fósseis do planeta.

Uma dessas fraudes acabou eternizada no nome de um dinossauro. O bicho em questão era um crânio de espinossauro (carnívoro com focinho de crocodilo), contrabandeado para a Europa e descrito pelo paleontólogo David Martill, da Universidade de Portsmouth (Reino Unido), em 1996.

Durante a preparação (processo em que o fóssil é separado da rocha que o contém), a equipe de Martill descobriu que a ponta do focinho original havia sido quebrada e alongada artificialmente, para que os traficantes pudessem vender o restante. Martill ficou tão irado com a fraude que batizou o bicho de Irritator

BICANOSSAURO????

Imaginem se daqui a alguns anos acharem um fóssil de bico de TUCANO; vão dizer que era uma ave descomunal e que esse bico enorme deveria ser para pegar tatus em suas tocas ou algo parecido. Os designers logo iriam desenhar um bicho totalmente diferente do que conhecemos.

Tucano

Tucano

Bico de tucano

Bico de tucano

 

 

 

 

 

 

 

 

Vejam que o tucano tem um bico totalmente desproporcional; ou seja, é uma ave pequena para um bico tão grande; e é por essas e outras que os evolucionistas não devem se basear em aparências. Obs: DARWIN baseava-se somente em aparências.

Mas como eles apresentariam essa criatura ao mundo, como “ciência,” em seus vídeos e reportagens? Vamos ver a seguir como possivelmente seria isso…

“BICANOSSAURO”

 

Bicanossauro

“Bicanossauro”

 

 

 

 

 

 

 

 

Bicanossauro 2

“Bicanossauro” com o bico aberto

 

 

 

 

 

 

 

 

Altura = 2 metros do dorso até o chão.

Envergadura = até 6 metros (asas abertas)

Peso = cerca de 40 quilos.

Evidentemente seria uma coisa bem elaborada pelos designers, com todos os recursos financeiros  e tecnológicos à disposição.

Parte deste “BICANOSSAURO” a montagem e a estorinha foram elaboradas por este autor, que não tem esses recursos.

SaciDuende

GnomoCurupira

 

Por que não adotamos também como “CIÊNCIA” o SACI, o GNOMO,  o DUENDE e o CURUPIRA??? Poderíamos

dizer que viveram há milhões de anos e que foram extintos ao longo dos tempos.

O SACI seria muito fácil achar uma ossada que faltasse uma perna, e os outros três seriam ossadas de crianças, anões ou pigmeus. Quem poderia contestar? Isso teria que ser apresentado por uma pessoa com um título de “CIENTISTA”

Eles usam de muita malícia. Às vezes utilizam  crânios humanos com alguma deformidade e adaptam maxilares e dentes de macaco para realmente dar a impressão de um macaco que “evoluiu” .

A mídia anti-Deus encampa a ideia e a “nova descoberta” logo é colocada nos livros escolares.São milhares de fraudes desse tipo; sem nenhuma prova, sem nenhuma contestação e crível somente pela FÉ.

Cranio deformado

Crânio humano com deformidade

A ciência às vezes leva muito tempo para desmascarar a fraude.

 

A fraude também pode ser ao contrário; ou seja:crânio de macaco e maxilar e dentes humanos.

 

 

 

 

 

 

 

VEJAMOS, A SEGUIR, ALGUMAS COMPARAÇÕES

Contemple por um momento esta cabine de avião!

Cabine de aviãso

Cabine de avião

Exigiu muito gênio, planejamento, técnica e sabedoria para se construir uma maravilha dessas! Não?!

Se alguém dissesse que o avião e sua cabine não foram planejados …  mas que surgiram assim … por si mesmos! … por mero acaso!! …por acidente!!!
…ou como fruto de uma grande explosão!!!!

Como reagiria a equipe de engenheiros, designers e cientistas que os construíram?

Quanto mais complexos … mais gênio se requer do Cientista, Artista, Planejador e Executor!

Gasto
Borboleta

 

 

 

 

Como uma explosão pode fazer estas criaturas maravilhosas?

 

PeixesPássaros 2

Dizemos que isto é criação ou invenção!?  E seria isto apenas evolução por acidente?

RobôCorpo humano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Interessante observar que se a “evolução” fosse possível, o ser humano teria sido o único a adquirir certas características especiais como as discriminadas abaixo: por que será? (Tiago 1.18 explica)

01 – Teria sido o único a evoluir capaz de andar ereto;

02 – Teria sido o único a evoluir capaz de falar (com lógica):

03 – Teria sido o único a evoluir capaz de pensar;

04 – Teria sido o único a evoluir capaz de ter moral;

05 – Teria sido o único a evoluir capaz de ter ética;

06 – Teria sido o único a evoluir capaz de sorrir;

07 – Teria sido o único a evoluir capaz de chorar;

08 – Teria sido o único a evoluir capaz de amar;

09 – Teria sido o único a evoluir capaz de odiar;

10 – Teria sido o único a evoluir capaz de saber que vai morrer um dia;

11 – Teria sido o único a evoluir capaz de dar destino funerários aos seus mortos;

11 – Teria sido o único a evoluir capaz de dominar todas as outras espécies;

12 – Teria sido o único a evoluir capaz de ter livre arbítrio;

13 – Teria sido o único a evoluir capaz de apreciar músicas e artes;

14 – Teria sido o único a evoluir capaz de ter vida espiritual: e o mais importante de todos…

14 – Teria sido o único a evoluir capaz de reconhecer o seu CRIADOR. (O cavalo não reconhece, o cachorro não reconhece, o porco não reconhece, as árvores não reconhecem, os insetos não reconhecem, etc)

Os evolucionistas dizem que o surgimento do ser humano foi um acidente (isso lá é explicação científica??) É por isso que eu digo que hoje em dia é muito fácil ser um “cientista”.

Os evolucionistas perdem de 10 a 12 anos de suas vidas ensinando um macaco (normalmente chimpanzé) a apertar algum botão, fazer algum sinal ou até mesmo dar alguns passos na posição ereta e, quando conseguem, fazem vídeos, fotos e divulgam em todo tipo de mídia, dizendo que os macacos e os seres humanos são parentes e que nós viemos do macaco.

Existem vários outros animais bem mais inteligentes que o macaco. Os evolucionistas alegam que o macaco usa “ferramentas” que antes era um privilégio do ser humano, mas o que eles não gostam de aceitar é que outros animais também usam as mesmas “ferramentas” que o macaco e bem mais elaboradas (as ferramentas que eles dizem são gravetos e pedras); como o CORVO, por exemplo. (Pag 92 do meu livro)

No vídeo a seguir vamos ver um CORVO usando uma das tais ferramentas, com um grau de dificuldade muito maior que os macacos; e os evolucionistas não dizem que nós viemos dos corvos. Por que? Veremos também  uma pequena garça conhecida por vários nomes, mas principalmente por Graça Real ou Garça Verde, exibindo uma técnica de pesca jamais ensinada por nenhum ser humano.

(Clique para assistir o vídeo).

 

Se o animal adquire as características de que precisa; como por exemplo: sistema de defesa para a sua sobrevivência, sistema de predador, sistema de orientação, etc, etc, etc. Como explicar que certos animais tenham evoluído para servir de alimento a outros animais, como a gazela, o coelho e tantos outros? Foram idiotas por não evoluírem para carnívoros como o Leão, o leopardo,  a hiena, etc, etc, etc; ou são uns abnegados que querem ver o bem do próximo; ver os leões, os leopardos, as hienas, bem gordinhos e saudáveis? A harmonia da natureza indica uma criação elaborada e o único ser capaz de intervir nessa harmonia é o ser humano.

 

Vejam o caso do besouro bombardeiro:

BESOURO BOMBARDEIRO

Besouro Bombardeiro

ele expele um líquido fervente contra os seus predadores. Os evolucionistas

dizem que ele levou milhões de anos para desenvolver esta característica a fim

de se livrar dos predadores.

PERGUNTA:

como ele sobreviveu a esses “milhões de anos” sem um sistema de defesa, ou seja,

enquanto ele desenvolvia esse tal sistema?

Esta pergunta serve para todos os animais que desenvolvem os seus sistemas por milhões de anos.

Obs: o besouro não se queima com o liquido fervente.

Caso a evolução fosse possível, hoje o mundo seria uma tremenda confusão em matéria de seres vivos; uma mistura terrível, parte de um, parte de outro, uns em fase inicial, outros na metade, outros no final, outros concluídos; enfim, seria um caos total. O interessante que eles falam em nome da ciência, mas a ciência séria e verdadeira diz que o que determina o ser vivo é a genética; se o animal não tem o gene que diga que ele vai ter bico, então esse animal não terá bico, se não tem o gene que diga que ele vai ter asa então ele não terá asa, se tem o gene que diz ele vai ter fígado então ele terá fígado, se tem o gene que diz que ele vai ter orelha então ele terá orelha e assim por diante. Então que história é essa de que se o animal precisar de tal coisa ele a terá??? Isso afronta a ciência, a Deus e o bom senso.

Teríamos no mundo, hoje, milhões de seres parecidos com as imagens (fotoshopicas) que mostramos abaixo e também milhares de milhões de fósseis de animais em transição, inclusive o ser humano.Mas o que os fósseis mostram: exatamente os sere que existem hoje, do mesmo jeito que sempre foram, sem nenhuma mutação ou modificação.

Aberração

Aberração2Aberração3Aberração4

Aberração5Aberração6Aberração8

Aberrração7Aberração9

 

Normalmente os evolucionistas apresentam os quadros “evolucionários” abaixo:

EVOLUÇÃO1

EVOLUÇÃO2

Mas bem que poderiam apresentar este outro quadro. Por que não?

EVOLUÇÃO3

 

No vídeo abaixo, veremos que não há evolução. Veremos que um pássaro CUCO (pássaro insetívoro), que não faz ninho, rouba um ovo de um ninho alheio e coloca um seu; mas não um ninho qualquer, tem que ser também de um pássaro insetívoro, para que quando o seu filhote nascer possa ser alimentado corretamente. Normalmente o ovo do CUCO eclode primeiro e, como está programado no DNA desse filhote de CUCO, ele tem que jogar os ovos do pássaro hospedeiro para fora do ninho para que ele fique só e seja o único a ser alimentado porque ele será muitas vezes maior do que a própria mãe adotiva. Isso ele, mesmo antes de abrir os olhos, já sabe que tem que fazer, porque está no seu DNA e não evolução. VEJAM O VÍDEO:

 

No vídeo a seguir, vamos ouvir uma música satirizando essa ideia da evolução. Prestem atenção na letra, pois é isso mesmo que ocorre: nenhuma prova, nenhuma evidência, nenhuma lógica, nenhum bom senso e nenhuma ciência. È crível somente pela , por aqueles que não querem crer em Deus. Ao invés de crerem no BIG GOD (Grande Deus), creem no BIG BANG (Grande Explosão), ao invés de crerem na criação, creem na evolução.

(Clique para assistir)

Já que eles falam tanto em evolução, vamos tentar aplicar essa teoria, em hipótese, no caso de um réptil “evoluindo” para pássaro, considerando que o réptil já tenha passado pelos estágios de ameba e de peixe, em milhões de anos.

Vamos supor que um JACARÉ iniciou o seu processo de “evolução” no ano de 2.012 e deverá completar o processo ao longo de dois milhões de anos. Nesse período, ele estaria perdendo as características de réptil e adquirindo as características de ave, ou seja: perdendo ectotermia (sangue frio), escamas, ossos compactos, dentes, peso, modificando totalmente a coluna vertebral em estrutura e posicionamento, fusionando os ossos das patas dianteira para asas,

Perdendo as pernas traseiras, modificando totalmente o restante do esqueleto, modificando totalmente o sistema respiratório, o sistema digestivo, diminuindo o crânio e o cérebro, modificando e diminuindo o coração, trocando totalmente o sangue de frio para quente. Adquirindo penas, endotermia (sangue quente), ossos pneumáticos (ocos ou porosos), sacos aéreos, quilha, bico, olhos laterais, moela, papo, etc.

Lá pelo ano 1.002.012, na metade do processo “evolutivo”, o JACARÉ estaria também metade JACARÉ e metade AVE. Poderíamos “batizá-lo” de PASSARÉ. Mas como estaria realmente esse animal? Com modificações tão profundas em sua estrutura e ainda na metade do processo de “evolução”? Esse animal ainda não voaria e também já não andaria mais e nem sequer rastejaria com facilidade, o que o tornaria uma presa fácil. De maior predador da terra ele se tornaria a presa mais fácil da terra. Não teria, portanto, a mínima possibilidade

de estar vivo até aquela data, e muito menos de continuar o processo de “evolução” durante mais 1 milhão de anos, naquela situação completamente indefesa; mas se isso fosse possível, ele já estaria com uma pele macia, sem dentes e totalmente atrofiado, um verdadeiro “petisco” para os predadores. Seria devorado até mesmo pelos da sua própria espécie, que estivessem em fase “evolutiva” anteriores, pois estaria completamente indefeso desde aproximadamente 500 mil anos antes da metade  e até 500 mil anos  após a metade do tempo previsto para  a sua “evolução”: perfazendo um total de 1 milhão de anos de total vulnerabilidade.

Segundo a própria teoria da “evolução”, os fracos não sobrevivem, com tendências a desaparecerem.

No caso desse pobre animal que estaria totalmente atrofiado e indefeso, como poderia sobreviver por todo esse tempo? A própria teoria da “evolução” e a ciência respondem: a “evolução” não é possível.

JACARÉ

Jacaré  (o maior predador da terra) – ano 2.012

PASSARÉ

Passaré (a presa mais fácil da terra) – ano 1002.012

PÁSSARO

Pássaro (o milagre evolucionista) – ano 2002..012

 

 

 

 

 

 

Existem outros problemas como a alimentação, por exemplo; esse animal teria que trocar radicalmente o seu alimento, pois o JACARÉ  é essencialmente carnívoro; tem um sistema digestivo totalmente diferente das aves que têm papo, moela, etc, ficaria 1 milhão de anos sem se alimentar? Então nós vimos que não é apenas o JACARÉ criar penas e sair voando.

Uma coisa que nós temos que ter em mente é que SEMELHANTE não é IGUAL, é apenas PARECIDO.

Os evolucionistas costumam mostrar “pesquisas” dizendo que o macaco e o ser humano têm quase 100% de semelhança, dando a entender que somos quase iguais. Eles usam de toda a malícia quando divulgam estas coisas; 1º que semelhante não é igual e, 2º que eles comparam somente alguns genes e não o total.

Só para esclarecer: todo e qualquer animal que tiver dois olhos, cinco dedos, dois braços, nariz, boca, vão ter os genes correspondentes a estas características 100% semelhantes. Por exemplo: o LÊMURE tem 100% de semelhança com o ser humano nesses genes citados acima, mas isso não quer dizer que somos lêmures ou que os lêmures são humanos. Perceberam? Se compararmos todos os genes, vai dar praticamente 100% de diferença, tanto com os lêmures quanto com macacos ou outro animal qualquer. Resumindo: para órgãos com a mesma função, terá sempre 100% de semelhança, em qualquer animal, inclusive para o ser humano (é uma coisa lógica) e, mesmo assim, são apenas semelhantes e não iguais.  (Pag 47 do meu livro)

Para ilustrar, vamos escrever algumas palavras com letras semelhantes que têm significado totalmente deferentes:

G – T – O – A

podemos escrever GATO, GOTA, TOGA. Verifiquem que as letras são semelhantes, mas os significados são totalmente diferentes

GATO = animal

GOTA = doença ou pingo

TOGA = vestimenta de magistrados.

M – R – O – A

Podemos escrever AMOR, ROMA, MORA. Verifiquem que as letras são semelhantes, mas os significados são totalmente diferentes

 AMOR = O mais nobre sentimento humano

ROMA = Cidade

MORA = 3ª pessoa do singular do verbo morar ou atraso

Assim são com os genes, semelhantes não significam iguais.

COISAS MUITO ESTRANHAS DESSA TEORIA

O PINGUIM – Eles dizem que o Pinguim “evoluiu” de ameba para peixe, de peixe para réptil e, por último, para pássaro; e o pinguim voava, tudo em busca de alimento e para fugir dos predadores. Parece até lógico não é?

O ESTRANHO – O pinguim continua buscando o seu alimento na água; então esse negócio de que ele “evoluiu” pelo alimento não tem lógica, se ele fosse peixe ele se alimentaria mais fácil.

– Eles dizem que o pinguim perdeu as asas porque não tinha mais os predadores e assim, não precisava mais voar. Será que foi por isso que ele voltou para o mar? Para encontrar os antigos predadores? Que coisa hein!!! Voltará a voar ou voltará a ser peixe???

IGUANA MARINHA – Eles dizem que a Iguana “evoluiu” de ameba para peixe, de peixe para réptil em busca de alimento e para fugir dos predadores. Parece até lógico não é?

O ESTRANHO – A Iguana Marinha continua buscando o seu alimento no fundo do mar, agora com a desvantagem de ter que se aquecer ao sol, prender a respiração e mergulhar fundo, enfrentando o perigo dos predadores, para retirar seu alimento; se ela fosse peixe não precisaria nada disso, pois o alimento estava ali, bem perto, ela respiraria normalmente e não precisaria se aquecer ao sol. Que coisa hein!!! Será que ela voltará a ser peixe???  (Pag 94 do meu livro)

VÍDEO IGUANA MARINHA E CELACANTO

(clique para assistir)

 

A   T   E   N   Ç   à  O ! ! !

Até os dias de hoje (2016), não se tem notícia de nenhuma mutação genética natural que tenha trazido benefício ao ser; pelo contrário, toda mutação genética natural traz sempre prejuízo.

Então, que “ciência” é essa??? 

Os evolucionistas dizem, pelos seus “achados arqueológicos,” (fraudes) que estamos aqui na terra há milhões de anos, mas nós vamos ver, por alguns detalhes, que isso não poderia ser verdade:

O que havia no Brasil há apenas 512 anos?

R – Somente selva virgem. Já imaginaram que não existia São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Espírito Santo; não havia uma casa sequer?

O que havia no mundo há apenas 2.000 anos?

R – Bigas, catapultas, arco e flechas, machados, lanças, alguns impérios e reinados. Já imaginaram que não existia automóvel, rádio, televisão, telefone, bicicleta, um simples óculos? Isso somente há 2.000 anos. Então como estamos aqui há milhões de anos?

O que havia no mundo há apenas 10 a 14 mil anos?

R – Absolutamente nada.

Observem que a pólvora foi inventada em 1.296, o lápis em 1.564, a máquina de escrever em 1.714, a bateria elétrica em 1.800, a bicicleta em 1.816, a máquina de costura em 1.830, o revólver em 1.836, e objetos mais antigos como machado, arco e flecha, catapultas, etc, não passam de 6 a 10 mil anos aproximadamente. Então onde estávamos nós todo esse tempo? Os milhões de anos? Os evolucionistas não podem alegar que estávamos macacos, pois isso seria admitir que nos desligamos dos macacos ou eles de nós há 6 ou 10 mil anos; aproximadamente quando Deus nos criou. Seria uma “coincidência” que eles não gostariam de apresentar. Se não alegarem Isso, onde estávamos? O que éramos? O que fazíamos? Como éramos? Só passamos a ter inteligência a partir de 6 a 10 mil anos? Ficamos milhões de anos adormecidos? E o que dizer da destruição da terra? Em apenas 6 mil anos já conseguimos a destruição de uma boa parte da terra (centenas de desertos, rios poluídos e assoreados, efeito estufa ou aquecimento global, ar quase irrespirável nas cidades, várias espécies de animais extintas, etc); e se fossem milhões de anos?

Vamos ver a seguir, fotos de cidades brasileiras, em passado bem recente, mostrando que estamos aqui na terra , no máximo, de 10 há 14 mil anos:

praca-da-republica-rio-de-janeiro-1.905F

 

 

 

 

 

 

Praça da Republica – Rio de janeiro -1905

 

Praça da República - RJ 2012

 

 

 

 

 

 

Praça da República – 2012 Apenas 107 anos E se fossem milhões de anos?

 

VIADUTO DO CHÁ - 1.892

 

 

 

 

 

 

Viaduto do Chá – SP – 1892

 

São Paulo, Brasil, 06/11/2012 -VIADUTO DO CHÁ - 120 anos. Crédito: Fernando Borges

 

 

 

 

 

Viaduto do chá – 2012  – Apenas 120 anos.

E se fossem milhões de anos? (Crédito Fernando Borges)

 

BH inauguração 12 - 12 1.897

 

 

 

 

 

 

 

Belo Horizonte – Inauguração em 12 Dez 1897

 

Belo-Horizonte-MG

 

 

 

 

 

 

Belo Horizonte – MG 2012 – Apenas 115 anos. E se fossem milhões de anos?

 

DATAÇÃO ABSOLUTA

Vemos, todos os dias, na televisão e na mídia em geral, notícias de fósseis, achados arqueológicos e coisas do ramo, com “milhões” de anos e todos falam em “milhões de anos” (cientistas, repórteres, apresentadores de Tv, etc)

No ícone (link) abaixo (nome em azul) temos seis páginas explicando como é feita essa datação por carbono 14 e outros. É muito interessante se inteirar dessas coisas. Não vou colocá-las aqui para que esse trabalho não se alongue mais.

DATAÇÃO ABSOLUTA   (se tiver o Word é só clicar no link, nome azul, e o download será feito automaticamente)

 

Vamos assistir um vídeo simulando uma aula de um evolucionista tentando passar os conhecimentos da Seita aos seus alunos

 

BIG GOD  (Grande Deus)

O criador de todas as coisas

CRIADOR DO MUNDO

VAMOS ASSISTIR, A SEGUIR, UM VÍDEO SOBRE A CRIAÇÃO DO MUNDO PELO BIG GOD, (Grande Deus) – baseado em Gênesis 1.1-31; elaborado por este Autor, editado por Mitaro e narrado por Cid Moreira.

Obs: a tela ficará escura por alguns segundos

 

TEXTOS BÍBLICOS PARA LEITURA;

Gênesis 1.1-31    (fala da criação de todas as coisas)

26.7     (fala da terra suspensa no ar)

Capítulos 38 a 41   (uma verdadeira aula ao ser humano)

Isaías 40.22      (fala da forma arredondada da terra)

2ª carta de Pedro 3.16 “…há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como também deturpam as demais escrituras, para a própria destruição deles.”

  Obs: com exceção da última referência, todas as outras foram registradas há mais de 4.000 anos e os seres humanos só tiveram confirmação visual há menos de 40 anos.

O leitor que desejar se inteirar mais do assunto, sugiro que leia o meu livro – “Evolução!… Ciência ou Religião? – 2008, ou “A Terra… De onde veio? Do Dr. John C. Whitcomb – 1992, ou “A História da Vida, de Michelson Borges, da CPB, ou ainda, “Origens”, também da CPB – da Sociedade Criacionista Brasileira.

SOCIEDADE CRIACIONISTA BRASILEIRA – Neste Link o leitor poderá desfrutar de uma farta literatura criacionista/científica online, em formato PDF, com a opção de imprimir.

Estou postando abaixo, o LINK de uma APRESENTAÇÃO EM POWER POINT que fiz há algum tempo, sobre esse trabalho. Os vídeos foram retirados, porque já foram postados dentro deste trabalho.

1 – EXPLOSÃO OU CRIAÇÃO   Clique no LINK e o download será automático.

 

Espero que tenham gostado e até a próxima PÁGINA.

Romeu Taumaturgo

 

CRÉDITOS

VÍDEOS           – Youtube (o da criação editado por Michel – MITARO)

MÚSICA           –  Reverbério – Evolução, de André Oliveira)

IMAGENS        – Google, colabores de e-mail e desenho sodinossauros.blogspot.com, com montagem deste autor.  (BICANOSSAURO)

NARRAÇÃO    – Cid Moreira (da coleção do Velho Testamento)

TEXTOS         –  Michelson Borges (Datação Absoluta), Google (A fraude do Archeoraptor)

 

 

3 Comentários

  1. Sidney Bedin

    Sem sombra de duvida a ciencia não consegue obter todas as respostas, ainda mais porque os cientistas são humanos, (palavra repugnante que evoca e ameniza todos os erros de nossa infame especie ) e como tal, tem desejo de fama, riquesa e de ser reconhecido, e isto é que causa as grandes falhas na logica e atrapalha no conhecimento.
    Mas percebemos que a simplicidade nos leva a coisas mais elaboradas, e isto é logico. Com o barro ( material simples ) podemos combinar com bambus e assim fazemos belas casas de barrote ou taipas.
    Seguindo este tosco pensamentos podemos crer que as coisas simples ( seres unicelulares ) pode se combinar e formar seres multicelulares ( mil anos talves ) mas para celulas especializadas, onde cada uma exersa uma função como um unico indiuviduo ( talves 5 a 8 mil anos? )
    Bom se isto é logico e talvez possivel para apenas uma colonia de individuos provavelmente ela teria maior chance de sobreviver que as outra. E assim se confirmaria que o tempo e pequenas mudanças levaria um ser simples a categoria de um ser composto – para mim isto é mais fácil acreditar que pensar que do nada surja um ser humano completo.
    E o que é pior, tudo possui uma origem, a logia diz que se não há origem ( criação ) não pode haver a existencia de algo – Logo só crer que algo sempre existiu e existira é uma ideia muito simplista. É como dizer para uma criança – é assim e pronto, e vê se para de perguntar – isto pare podar qualquer iniciativa e criatividade desta criança reprimida.
    Voltando – me parece estranho que do “nada”, sem origem, surja pronto, sem aprendizagem, sem historia, sem o tempo, sem dimensões, sem forma fisica, androgeno e sem evolução, mas com grandes poderes, com uma consciência extraordinária, e capaz de usar o nada para criar, apenas pela propria vontade “mental” – geração espontânea?
    Sempre achei que há muitas falhas na evolução mas seus defensores analisam e re-analisam as evidencias, e são eles mesmos que mostram que cometeram erros e que devem ser corrigidos, já os criacionistas não mostram evidencias, afinal as crenças religiosas nasceram da necessidade primitiva do homem das cavernas de colocar ordem ao seu mundo e de dar conforto a aquilo que ele não tinha dominio ( tempo, doenças e morte ).
    Assim a religião pôde se moldar e se ajustar as suas necessidades e a de seus lideres ( que tentam manter um grupo de pessoas na obscuridade do conhecimento ) por quase 14 mil anos, enquanto a ciencia tenta por esta mesma ordem somente em mil anos ( estamos muito atras, mas prosseguimos passo a passo ).
    Esta rixa de igreja contra a ciencia tem quase o mesmo tempo ( mil anos ), quando os religiosos começaram a perder sectos e a finanças começaram a redusir, quando as pessoas começaram a pensar e saimos da idade das trevas. Mas isto é ridiculo, os humanos sempre vão esperar por uma fantasia e torcer que seja real ( é por isto que os filmes fazem sucesso), toda vez que a medicina não acha um diagnostico procuramos uma explicação sobrenatural para os males, então as religiões não tem oque temer.
    Sempre ouvi diser que só se atira pedras em arvores que dão bons frutos.
    Forte abraços
    Sidney

    Responder
    1. Romeu Rocha

      Sidney, desculpe pela demora, mas eu estava com problemas no computador e só agora consegui resolver. Só para constar, eu não professo nenhuma religião e, pelo seu comentário, concordamos em quase tudo.Quando você diz que é difícil de acreditar que um ser surja do nada, completo, você está certo, porque os seres unicelulares que são seres completos, embora sejam uma única célula, como podem ter surgido do nada??? E, segundo você mencionou, surgiram várias colônias assim, do nada (geração espontânea???); citou ainda, que é difícil dizer isso para uma criança, que estes seres unicelulares sempre existiram e que um dia resolveram “evoluir” e pronto, e pare de perguntar, e que isto pode podar qualquer iniciativa e criatividade desta criança reprimida. Nesse ponto concordamos plenamente.
      Você disse também que sempre achou falhas na “evolução”. Nesse ponto também concordamos totalmente e a principal falha são os fósseis. Nunca se achou um fóssil que demonstrasse qualquer tipo de “evolução”, todos eles mostram o ser completo (nenhum ser em transição ou em evolução) e isso já mencionava e preocupava o autor dessa ideia da “evolução” Charles Darwin, em seu livro A Origem das Espécies e a Seleção Natural; mas que, mesmo assim, ele punha “FÉ” na sua teoria.
      Não concordamos quando você diz que os criacionistas não presentam evidências. Talvez evidências não, mas provas sim, como os fósseis, por exemplo, são provas irrefutáveis, têm também registros históricos minuciosos escritos, e a própria vida cotidiana que se encarrega de ir desfazendo a fantasia da “evolução”, como no caso do peixe CELACANTO e vários outros.Mais uma vez peço desculpas pela demora. Obrigado pelo comentário e um forte abraço.
      Não concordamos quando você diz que existe uma rixa entre ciência e religião, pois não há; pelo menos com a ciência séria e verdadeira, pelo contrário, elas se completam.

      Responder
    2. Romeu Rocha

      Sidney, desculpe pela demora, mas eu estava com problemas no computador e só agora consegui resolver. Só para constar, eu não professo nenhuma religião e, pelo seu comentário, concordamos em quase tudo.Quando você diz que é difícil de acreditar que um ser surja do nada, completo, você está certo, porque os seres unicelulares que são seres completos, embora sejam uma única célula, como podem ter surgido do nada??? E, segundo você mencionou, surgiram várias colônias assim, do nada (geração espontânea???); citou ainda, que é difícil dizer isso para uma criança, que estes seres unicelulares sempre existiram e que um dia resolveram “evoluir” e pronto, e pare de perguntar, e que isto pode podar qualquer iniciativa e criatividade desta criança reprimida. Nesse ponto concordamos plenamente.
      Você disse também que sempre achou falhas na “evolução”. Nesse ponto também concordamos totalmente e a principal falha são os fósseis. Nunca se achou um fóssil que demonstrasse qualquer tipo de “evolução”, todos eles mostram o ser completo (nenhum ser em transição ou em evolução) e isso já mencionava e preocupava o autor dessa ideia da “evolução” Charles Darwin, em seu livro A Origem das Espécies e a Seleção Natural; mas que, mesmo assim, ele punha “FÉ” na sua teoria.
      Não concordamos quando você diz que os criacionistas não presentam evidências. Talvez evidências não, mas provas sim, como os fósseis, por exemplo, são provas irrefutáveis, têm também registros históricos minuciosos escritos, e a própria vida cotidiana que se encarrega de ir desfazendo a fantasia da “evolução”, como no caso do peixe CELACANTO e vários outros.Mais uma vez peço desculpas pela demora. Obrigado pelo comentário e um forte abraço.
      Não concordamos quando você diz que existe uma rixa entre ciência e religião, pois não há; pelo menos com a ciência séria e verdadeira, pelo contrário, elas se completam.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *